Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Casamento, regime de bens.

maio 10

Segredinho da Vovó.

Antes de casar veja qual o regime de bens que você desejam.

Comunhão parcial de bens é a mais usada atualmente e, quando o casal não opta por nenhum regime, automaticamente é este que vigora. Todos os bens adquiridos após a data do casamento serão comuns ao casal. Todo o bem que cada um adquiriu quando solteiro continua sendo de propriedade individual do mesmo, ou seja, os bens que cada cônjuge possuir ao casar, e os que lhe sobrevierem, na constância do casamento, por doação ou sucessão, e os sub-rogados em seu lugar.

Comunhão universal de bens não importa quando o bem foi adquirido, quanto custou ou quem comprou, tudo pertence ao casal, em iguais proporções. Quando um dos cônjuges morre, os herdeiros só podem dispor de metade dos bens, já que a outra metade pertence ao cônjuge sobrevivente.

No regime de participação final nos aqüestos, cada cônjuge possui patrimônio próprio, consoante disposto no artigo seguinte, e lhe cabe, à época da dissolução da sociedade conjugal, direito à metade dos bens adquiridos pelo casal, a título oneroso, na constância do casamento. Integram o patrimônio próprio os bens que cada cônjuge possuía ao casar e os por ele adquiridos, a qualquer título, na constância do casamento. A administração desses bens é exclusiva de cada cônjuge, que os poderá livremente alienar, se forem móveis.

Fonte wiki.organizandoeventos.com.br

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde