Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Dicas, explicando o LCD.

maio 16

1

Segredinho da Vovó.

Com tantas coisas modernas aparecendo é melhor entender um pouco o que é LCD. Veja abaixo a explicação.

A tecnologia LCD (Liquid Crystal Display) não é utilizada apenas em monitores para computador e televisores, mas também em aparelhos eletrônicos portáteis, como câmeras digitais, filmadoras e celulares. Isso acontece porque o LCD permite a exibição de imagens sem a necessidade de um tubo de projeção, como acontece com os monitores CRT, por exemplo.

Um tempo de resposta menor é uma característica importante no uso do monitor LCD para rodar jogos ou assistir vídeos, por exemplo, por exigirem mudanças rápidas do conteúdo visual, evitando “objetos fantasmas” na imagem ou sombra em movimentos.

O contraste, uma medição da diferença de luminosidade entre o branco mais forte e o preto mais escuro, também deve ser levado em conta. Quanto maior for esse valor, mais fiel será a exibição das cores da imagem.

Também é bom analisar o tipo de acabamento usado na tela. Na maioria das vezes, as telas de LCD utilizam um acabamento fosco, não-reflexivo, que, se por um lado torna seu uso mais confortável, por outro prejudica um pouco o contraste e a fidelidade das cores. Algumas telas utilizam acabamento glossy reflexivo, que torna as cores mais vivas e melhora o contraste da tela. Uma desvantagem é que a tela é mais suscetível a riscos e arranhões e também reflete mais a luz do ambiente.

É possível encontrar diversos tipos de LCD, como:

O GH (Guest Host) utiliza uma espécie de pigmento contido no cristal líquido que absorve luz. O processo ocorre de acordo com o nível do campo elétrico aplicado. Com isso, é possível trabalhar com várias cores.

Já no TN (Twisted Nematic), as moléculas de cristal líquido trabalham em ângulos de 90º, o que pode prejudicar um pouco na hora de exibir animações muito rápidas.

O STN (Super Twisted Nematic) é uma evolução do padrão TN, alcançando ângulos muitas vezes superiores a 160º, sendo capaz de trabalhar com imagens que mudam de estado rapidamente.

Fonte www.magazineluiza.com.br

Já o TFT (Thin-film Transistor), muito encontrado no mercado, tem como principal característica a aplicação de transistores em cada pixel. É a melhor variante da tecnologia LCD e é mais flexível, já que cada pixel é controlado individualmente.

Na hora de escolher seu aparelho eletrônico, analise seus recursos para descobrir sua necessidade em relação aos visores LCD.

Em celulares, por exemplo, já é possível encontrar modelos com câmeras e filmadoras digitais integradas de 2.0 megapixels ou mais, suporte a vídeos em MPEG4, saída para TV, Wifi, GPS e muitos outros recursos. Se você deseja ter um celular com esses recursos, considerado hoje um verdadeiro centro de entretenimento, não deixe de verificar a qualidade da tela de LCD.

No caso das câmeras digitais e filmadoras, o visor LCD é onde podemos visualizar a imagem capturada, assim como configurar as funções do equipamento. No caso das câmeras digitais, a foto tirada é exibida na tela, mas essa imagem costuma sofrer um atraso em relação à imagem real capturada. Por isso é que às vezes achamos que uma foto ficou boa, mas ao passar para o computador vemos que alguém saiu piscando, por exemplo. Tanto para câmeras e filmadoras, visualizar as imagens e vídeos consome muita bateria, por isso é importante ficar atento.

Fonte Magazine Luiza

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde