Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Montando uma festa infantil

mar 15

Montando uma festa infantil .Segredinho da vovó veja as dicas de quem entende  de festas Helena Dias do Festinhas e Estela Curioni do Caraminholando Festas e Eventos.

Como escolher o espaço para festa ?

Para Helena Dias, festas ao ar livre são as mais certeiras. “A luz natural é imbatível e realça a beleza da decoração; fica com mais cara de ‘feito em casa'”, avalia.  Mas leve em conta que o vento pode prejudicar a decoração ao derrubar adereços ou “empurrar” os balões que, consequentemente, atingem outros itens. “Sempre que monto mesa ao ar livre, uso fita dupla-face para colar os enfeites na mesa”, ensina.

Estela gosta de separar a festa em dois espaços. “Coloco a mesa em local coberto e, de preferência, com luz natural entrando pela lateral da mesa — ao fundo, faz com que as fotos fiquem escuras”, justifica.

As duas especialistas, porém, ressaltam a importância de um plano B, em caso de chuva, inclusive pensando na logística para criar um mesa superbonita em qualquer lugar. “É preciso ter espaço para as pessoas se juntarem na hora do parabéns, bem como para as crianças circularem – no caso, correrem”,lembra Helena.

Como decorar ?

Na hora de montar a mesa, há um tanto de possibilidades que permitem criar cenários incríveis.

“O segredo de qualquer festa é mesclar itens artesanais, papelaria e peças simples que temos em casa: bandeja, pratos, vasos de plantas e flores”, exemplifica Helena. Segundo ela, três adereços bem comuns que criam um conjunto interessante quando usados juntos são: bandeirolas, toppers e ilustrações.

As bandeirolas podem ser confeccionadas com cartolina, no formato de triângulo, e presas a um barbante, sequencialmente.

Os toppers pins que ficam em cima do bolo e docinhos) pedem canudos ou palitos de churrasco para sustentação.

Neles, podem ser adotados desde papel de scrapbook e fita adesiva colorida até fotos do rostinho da criança, como lista Helena.

“E se não tiver à mão um ilustrador profissional, há vários bancos de imagens e sites que disponibilizam imagens gratuitamente para download”, conta.  Há, ainda, opção de adotar desenhos das próprias crianças como mote para a decoração .

Outra coisa: trazer brinquedos do aniversariante para a mesa ou o ambiente da festa é opção certeira, uma maneira fácil e barata de deixar a composição fofa. Vale, inclusive, personalizar as miniaturas. “Nada supera os bichos de chapéu”, garante Helena sobre as peças que fazem sucesso tanto sobre bolos, como distribuídos em cima da mesa.

Para Estela, também é importante a mesa ter “movimento”, ou seja, itens com alturas diferentes e que harmonizem, como vasos e objetos maiores ao fundo, formando um cenário para o bolo e doces. “É possível adotar boleiras de diferentes alturas para colocar os doces, na frente da mesa”, acrescenta.

Pratos mais baixos arrematam essa proposta. “Gosto também de trazer elementos para a frente da mesa, como bancos, vasos, esculturas que, muitas vezes, estão na própria decoração da casa e podem, ou melhor, devem ser re arranjados na hora da festa”, pontua Estela

Os painéis, eles são bem importantes nas festas infantis. Na composição da estrutura, uma dica é mesclar ilustrações, letreiros, guirlandas, bandeirolas, entre outros itens.

“O que torna um painel diferenciado é ter algo feito à mão, que não é encontrado para comprar em qualquer lugar. Pode ser um desenho feito pela criança, uma foto da família, uma bandeirola com o nome escrito em giz”, sugere Helena.

Uma dica é montá-la na frente de uma parede bonita, como de tijolinhos à vista, ou que tenha uma cor diferente. Também pode-se incorporar na mesa um quadro e fazer a decoração respeitando as cores da tela”, detalha Estela.

Segredos e regrinhas que podem ser adotados para montar uma mesa lindona:

Se os itens da mesa forem mais coloridos, com cores primárias e fortes, a toalha deve ser mais neutra – e vice-versa.

Estruturas de madeira são sempre bem-vindas, ainda mais se forem de madeira de demolição. Neste caso, dispensam toalhas.

Se for adotar toalhas, prefira as de tecido. Em festas com uma pegada mais romântica, peças que tragam uma história (como um exemplar  de crochê, feito pela avó) revelam-se especiais.

Flores ou plantas naturais dão vida à mesa. Não precisa nem ser em vaso super produzidos: mesmo potinhos de vidro rendem arranjos fofos. “Também pode-se recorrer à vegetação para dar acabamento nas paredes, como heras ou costela-de-adão, e usar temperos em vasinhos na mesa”, complementa Estela.

Cordões de luzes de fada são infalíveis, tanto pendurados, passando por cima da estrutura, ou mesmo em potinhos de vidro.

“Na falta delas, luzes de Natal servem bem”, comenta Helena.

Mesas baixinhas, como se fossem de um piquenique, são ótimas para crianças se servirem à vontade – e elas adoram!

Mas saiba que a bagunça vem junto, ou seja, é preciso ficar de olho para ver se não há nada derramado ou danificado.

Como não poderia deixar de ser, balões são imprescindíveis em festas infantis. O formato e a cor dependem do gosto e do tema, mas uma regra básica, de acordo com Helena, é um buquê bem cheio, que tenha “presença”. “Pelo menos uns 10 balões do tamanho tradicional (11 polegadas). Também gosto de formatos diferentes e uso os balões gigantes. Nesse caso, duas ou três unidades são suficientes”, comenta.

Comidas e bebidas como arrumar?

A grande atração da mesa – o bolo, é claro! – precisa ser gostoso. “Tem que olhar para ele e dar vontade de comer”, opina Helena.

A simplicidade da receita sai na frente e o toque final fica por conta da decoração, que dispensa exageros.

“Opto por bolos caseiros. Uso varais e toppers para finalizar. Às vezes, até um brinquedo do aniversariante, como um bichinho, pode ser usado.

Para uma ocasião mais delicada, flores e folhagens vão bem”, compartilha a especialista..

Para Estela, um bom naked cake também é sucesso garantido. Para decorar, frutas vermelhas, flores naturais ou mesmo macarons deixam o bolo com um visual mais leve e descolado. “Em festa de adultos, principalmente, gosto de adotar mais que um bolo na mesa – um trio de bolos, por exemplo. Fica mais lindo ainda se forem colocados em boleiras de modelo e altura diferentes, um mais alto no meio e outros mais baixos nas laterais”, ensina.

Outras recomendações são: Sucos industrializados e refrigerantes podem ser servidos em suqueiras e jarras, garrafinhas de vidro ou de vinho, sem o rótulo.

E adotar limão, hortelã ou alecrim na suqueira dá outro visual à bebida.

Sanduíches podem ser envolvidos por papel de seda e arrematados com barbante – preferencialmente na cor da festa- ou etiquetas. Galhinhos de tempero, como o alecrim, também são ótimos para compor o embrulho.

Outra opção é prender os sanduíches com minipalitos de bambu.

Petiscos  ficam fofos se servidos em cones ou saquinhos craft, em porções individuais..

“Embalagens pequenas, em geral, trazem um charme para a apresentação da comidinha – mini pratinhos, copinhos ou xícaras podem ser usadas para servir a comida e deixam o visual superbacana e moderninho”, diz Estela.

Algumas boas ideias são:

Saladas “mais coloridas” servidas em potes de vidro.

Mini quiches variados. “Fica legal fazer uma pilha deles, como se fosse na padaria”, diz Helena.

Crostini e grissinis, chips de batatas, queijos e frutas secas, que rendem composições lindas sobre a mesa. “Vale usar potes ou taças largas para acomodar os pães e crostinis arrumados em pé para dar altura na mesa”, ensina Estela.

Mais para enfeitar do que para consumir, especiarias, sal grosso e galhos ou vasinhos com temperos plantados (como alecrim, sálvia e manjericão) são perfeitos para compor a mesa.

Fonte https://universa.uol.com.br

https://www.tuacasa.com.br/

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde