Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Dicas, cores e cortes de cabelos femininos após os 50 anos.

set 08

Dicas, cores e cortes de cabelos femininos após os 50 anos.

Segredinho da vovó.

Cada vez mais jovens e charmosas, as mulheres depois dos 50 anos deixaram de ser sinônimo de velinhas há tempos. E os cabelos têm um importante papel nesta transformação. Crenças populares à parte, o corte e a cor têm realmente o poder de rejuvenescer, como explica a seguir a visagista Mercedes Klar, dona do salão que leva seu nome em Buenos Aires. A especialista aproveita e desvenda mitos comuns sobre os cuidados com as madeixas maduras.

Cabelos repicados rejuvenescem
Cortes repicados e assimétricos, curtos ou médios, expressam jovialidade, alegria, vitalidade e dinamismo. O corte assimétrico equilibra melhor as diferenças que são mais acentuadas em cada lado do rosto. Já os cortes com linhas retas, na vertical ou na horizontal e com formato retangular, expressam força e seriedade, mas é preciso tomar cuidado para que não endureçam as feições. Quem tem o rosto retangular ou quadrado deve tomar cuidados extras. Linhas curvas e onduladas suavizam as linhas retas desses rostos.

Cabelos longos não são aconselhados para quem passou dos 50 anos
Cabelos longos, geralmente, são desaconselhados por várias razões. As linhas das mechas que se alongam abaixo do ombro direcionam o olhar para baixo, em direção ao chão. Os longos são pesados visualmente e isso, por si, passa a sensação de inatividade e envelhece. Cabelos curtos têm o efeito contrário: elevam o olhar e são leves, conferindo dinamismo e vitalidade. Também podem alongar a silhueta da pessoa. Cabelos médios são neutros.

Os cuidados mudam com o passar dos anos
A mulher passa por uma mudança hormonal grande e perde colágeno e elastina. Isso afina a pele e cria rigidez. O mesmo acontece com o cabelo, tanto que ele perde qualidade. Atualmente, existem produtos específicos que visam essa necessidade da mulher depois da menopausa. É importante ressaltar que esses produtos são indicados exclusivamente para mulheres depois da menopausa, senão têm o efeito contrário.

Cuide do cabelo como faz com a pele
No dia a dia, é preciso cuidar do cabelo como se trata a pele. Isso significa que usar um bom xampu e um condicionador, além de fazer hidratações periodicamente, são os cuidados mínimos. Para a mulher madura é particularmente importante manter o corte e o penteado, por isso deve escová-lo e modelá-lo, ou penteá-lo, diariamente. Deve programar uma visita periódica ao cabeleireiro para que o corte e coloração não percam o seu estilo.

Deve-se usar cores fortes como vermelho
Todas as cores são permitidas, mas devem combinar com o tom da pele. Se for muito clara, os tons loiros podem fragilizar a imagem ao deixá-la pálida. Mas um tom muito escuro pode endurecê-la excessivamente. Uma boa opção é um tom médio na base e mechas claras que iluminam. Quando são feitas em vários tons, criando o efeito de transparência, os fios brancos se misturarão às mechas. Isso também acontece quando as mechas são aleatórias em cortes repicados. Fios brancos aparecem mais rapidamente em cabelos escuros, por isso exigem retoques mais frequentes.

Fios grisalhos pedem xampu especial

O grisalho bonito é o prateado. Quando é amarelado, seu aspecto não é bonito. Existem xampus com base violeta que evitam que a fibra fique amarelada.

Fonte www.especialcabelos.terra.com.br

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.