Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Dicas de panelas.

out 01

Tipos de panela

Ágata. Pode ser branca, colorida, pintadinha com flores… A grande vantagem é o preço. E vende até na feira. Mas, como diriam as vovós, o barato sai caro. É muito fininha e, por isso, a comida tende a queimar. A gente não indica para fins culinários, mas serve para enfeitar a cozinha. E se isso para você é mais importante que tudo, vá fundo!

Alumínio. Mulheres: esqueçam! Este tipo de panela dá um trabalhão para limpar e acaba com as unhas! Com o tempo, ela fica abaulada, o cabo plástico quebra, é necessário ariar… A não ser que ela tenha acabamento antiaderente (T-Fal ou Teflon) ou que seja esmaltada por fora. Nesse caso, a palha de aço deve ficar longe. As frigideiras antiaderentes são ótimas, dispensam boa parte da gordura que usamos para cozinhar, mas panelas não precisam desse acabamento. Se você já tem uma, não precisa comprar outro tipo.

Vidro temperado. A grande vantagem dela é que vai ao fogão e ao microondas. É fácil de limpar e alguns modelos importados são até bonitinhos. Mas é cara. E não resiste à queda. Não é uma boa opção para os mais estabanados.

Ferro. Para quem tem deficiência de ferro no organismo, esta é uma ótima opção. E mulheres que têm ciclo menstrual costumam ter déficit deste mineral. E esse é o lado bom da panela. O lado ruim é que são bem pesadas e precisam de cuidado especial: quando arranhadas, podem enferrujar e, aí, adeus panelinhas.

Ferro esmaltado. São lindas, lindíssimas. A cada dia surge uma cor nova. Elas duram a vida toda. Vão do fogão à mesa, mas são pesadas no braço, e no bolso. Como são caras! Enquanto uma panela de inox pequena custa cerca de R$ 100,00, a de ferro esmaltado importada não sai por menos de R$ 450,00.

Barro. Assim como as panelas de ferro, elas mantêm a comida quente por mais tempo. São ótimas para quem tem o excelente hábito de comer devagarinho. O barro é um mau condutor de calor e, por isso, as panelas demoram mais para esquentar e também para esfriar. No início do cozimento, o fogo deve ser baixo para não rachar a panela. Antes da primeira utilização, ela deve ser untada com óleo e ficar no forno quente pelo menos por duas horas.

Titânio. É melhor investir numa frigideira que numa panelinha. Ela custa caro e o diferencial é que dispensa o uso do óleo. A comida não gruda de jeito nenhum! Para fazer uma sopa, porém, a quantidade de gordura é tão pequena que, na nossa opinião, não justifica o investimento na panela. (A gente acha que um pouquinho de gordura é importante para dar sabor.)

Aço inox. Não deformam, não têm cheiro e não laceiam. As melhores são as com fundo triplo, que difunde o calor da chama e cozinha por igual. Mas, para não ficar manchada, após o uso, lave e enxugue imediatamente. O que, por sinal, é uma boa prática com qualquer panela. A gente indica, a prática e a panela!

Boas panelas não são baratas. Dependendo do seu orçamento, é melhor comprar uma por vez, e investir em qualidade, que comprar um jogo baratinho. Uma boa panela dura para a vida toda. E você sempre vai precisar de uma panelinha!

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde