Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Tipos de esmaltes.

abr 28

Segredinho da vovó.

Antes consumidos como simples produtos de beleza, agora eles são vistos como verdadeiros assessórios de moda.

Muito além dos populares cremosos e cintilantes, conheça opções criativas que o mercado oferece:

Metálico: Geralmente é apresentado em tons de metal, como dourado, prata e bronze. Porém, outras propostas também fazem sucesso, como os azuis e vermelhos. A ideia é fazer a unha parecer coberta por um metal líquido.

Foil: Confundido com o efeito metálico, ele é um pouco mais abusado e vem com partículas de glitter. Se você adora o efeito metálico e está pronta para algo mais ousado, experimente os esmaltes com efeito foil. No Brasil, a linha “Gloss”, da Impala, representa bem essa categoria.

Fosco ou Matte: Esse tipo de esmalte ou cobertura não possui brilho e possibilita uma grande variedade de efeitos diferentes, dependendo do tipo de esmalte aplicado na primeira camada. Combiná-los com metálicos, gliterados e cintilantes pode ser uma brincadeira divertida.

Jelly: Trata-se de um esmalte gelatinoso. Parece translúcido, porém apresenta uma cor base. Como o próprio nome sugere, lembra muito a superfície de uma gelatina. Um exemplo de Jelly é o “Yellow Brick Road”, da marca Deborah Lippmann, que a cantora Lady Gaga usou no último Grammy.

Plastic: Também conhecido como emborrachado ou vinyl, o efeito plastic geralmente é confundindo com o fosco. Contudo, ele tem uma característica muito peculiar: não brilha como um esmalte cremoso, mas também não é matte. É fácil definir o efeito do plastic ao compará-lo com um pedaço de plástico ou borracha.

Holográfico ou 3D: Trata-se do mais controverso efeito de esmalte atualmente. Muitos lançamentos nacionais juram ser holográficos, mas na verdade só apresentam uma quantidade maior de glitter em suas fórmulas. O holográfico original tem efeito prismático, ou seja, reflete a luz em cores variadas, dependendo da incidência da mesma. Por conta dos pigmentos especiais feitos a partir de plaquetas de alumínio, a superfície da unha fica lisa e sem qualquer relevo ou granulação.

Flocado: Pode ter cor ou ser apenas uma cobertura. Diferente dos esmaltes com glitter, eles levam pequenos flocos brilhantes – na verdade pequenas partículas irregulares e alumínio. O efeito é leve e bem lisinho, criando um aspecto manchado com estilo.

Craquelado: A cobertura craquelada costuma ter uma cor base e deve ser usada por cima de outro esmalte. Ao passar a camada do esmalte craquelado, ele seca e cria pequenas rachaduras, revelando assim a cor da primeira camada aplicada nas unhas. As combinações possíveis são infinitas e o desenho é sempre uma surpresa.

Suede ou Velvet: É fosco, porém com um diferencial: lembra um veludo. Muitas marcas já oferecem o efeito suede, mas ele também pode ser obtido a partir da aplicação de uma cobertura fosca por cima de um esmalte com glitter fino.

Duocromático: Trata-se de um esmalte que “passeia” entre dois tons diferentes, conforme a incidência de luz. No Brasil, a Big Universo representa o estilo com o “Iridium”, que brilha em tons de verde e violeta. Outro duo que já virou febre é o Chanel Black Pearl, um perolado que reflete verde, azul e até o roxo.

Magnético: O esmalte magnético não é exatamente uma cobertura diferente à primeira vista. Porém, o produto contém partículas magnéticas que permitem fazer desenhos diferenciados usando um ímã comum – o imã atrai o esmalte, e vai desenhando efeitos. O esmalte magnético ainda não é fabricado no Brasil, porém diversas marcas internacionais, como a Lancome e a L’Oréal, já fazem uso da tecnologia.

Fonte  www.delas.ig.com.br

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde