Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Casamento, traje.

out 05

A lingerie da grande noite!

Sem dúvida preparar a roupa com a qual você vai passar a primeira noite com seu love é algo que deve ser feito com muito carinho. Essa preocupação é antiga, do tempo das nossas mães e avós, a preparação do que seria utilizado na noite de núpcias era recheado de cuidados. Desde o modelo, passando pelo tecido até a confecção, haviam as que preferiam encomendar em costureiras ou comprar em lojas especializadas.

A lingerie da grande noite dá um toque especial à esse momento em que vocês estarão juntos pela primeira vez como marido e mulher. As peças em seda continuam sendo as preferidas, combinando com rendas ou até mesmo lisa, dando um toque sensual à você. Se preferir pode escolher alguma peça em algodão, uma camisola, um pijaminha, que também são super confortáveis e macios. Ou qualquer outra peça e tecido que te faça sentir sexy e desejada.

Alugar o vestido é tendência

Toda noiva tem um vestido dos sonhos. Mas guardá-lo para sempre, só na lembrança, filmes e fotografias. Há alguns anos a tendência é alugar um vestido, que pode estar pronto ou ser costurado sob medida, como sempre se desejou, e devolver depois. “São raros os casos em que as noivas ficam com os vestidos.

Geralmente não se tem onde guardar e não se vai fazer mais nada com ele”, comenta a empresária Valesca Lima, que comanda uma equipe de costureiras no Rio de Janeiro. Ela explica que as noivas devem encomendar seus vestidos com pelo menos três meses de antecedência, mas que em casos de emergência e dependendo do modelo, em um mês a peça está pronta.

Os vestidos são cortados, montados e a noiva faz de quatro a cinco provas durante sua confecção. A última prova é feita uma semana antes do casamento para os ajustes finais. Pois a ansiedade e a correria podem fazê-la engordar ou emagrecer. Dois dias antes do casamento ele é entregue.

Valesca comenta que as noivas já chegam na modelista com uma idéia bastante amadurecida, mas confessa que muitas mudam de idéia ao ver uma foto ou modelo diferente. A moda agora são os modelos tomara-que-caia, mesmo com a chegada do frio. As saias evasée também. Mas tem noiva que ainda sonha e prefere uma saia “bolo de noiva”. Talvez a mudança de preferência, traga de volta as longas caudas….

Qual a cor ideal?

Antes de mais nada o branco é a cor da paz. A pomba da paz. Que cor é ? Branca. Quando queremos nos manifestar contra a violência e a favor da paz, que cor usamos? Branco. No réveillon, quando temos grandes esperanças em dias melhores para o ano que começa, qual é a cor da nossa roupa? Branca. No caso da noiva, existe a tradição que o vestido tem que ser branco para simbolizar a virgindade. O que sabemos sobre isso?

A história conta que na Grécia e Roma antigas, era muito comum usar branco em ocasiões especiais como nascimentos e outras celebrações. Assim como também era comum pintarem os corpos de branco para as cerimônias de casamento. O branco, já nessa época, era uma cor que simboliza paz e alegria. Na Idade Média, ainda na Europa, não havia preferência pelo branco para os vestidos de noiva. Não existia uma cor determinada para os vestidos de noiva. O branco era apenas uma das diversas cores usadas. Já na Idade Moderna, meados do século XVII, a rainha Vitória, da Inglaterra, apareceu toda de branco em seu casamento. Pronto!!! Estava lançada a moda. Hoje em dia, no século XXI, o branco continua sendo a cor preferida das noivas. Dificilmente as noivas de hoje não usam a cor da paz. Mas não é uma regra e ninguém vai pensar mal de você se você optar por outra cor.

A festa é sua. É o seu dia. Portanto, se quiser ousar, ouse, mas sempre com bom gosto e bom senso. Noiva vestida de preto, não dá!!! É “dark” demais.

Escolhendo o vestido

A escolha do vestido, é sem dúvida o momento mais sonhado pela noiva, e não é uma tarefa das mais fáceis, as opções são tantas que a gente fica perdida… Por isso a importância de escolher com antecedência. Muitas vezes sonhamos nos casar com aquele vestido maravilhoso que vimos num filme ou achamos ao folhear uma revista e ficamos apaixonada. Mas na hora de experimentar ele não fica tão maravilhoso assim. Não tem problema, é só adaptar o modelo ao seu tipo físico, para valorizar suas formas e disfarçar algo em você que não goste muito.

Separamos algumas dicas para você escolher o vestido de acordo com seu tipo físico e arrasar!!! Se você é alta e magra – Seu tipo físico lhe permite usar praticamente tudo, mas o que vai realmente valorizar você são as saias amplas, franzidas na cintura, caudas, golas altas e decotes ombro a ombro. Cetim, brocados, shantung e jaquard também ficarão muito bem em você.

  • Alta e gordinha – O melhor é optar por tecidos de bom caimento, como crepes e musselines, em modelos do tipo império. E você ainda tem a opção pelo estilo redingote, em cetim ou gorgurão, com suave caída.
  • Baixa e magra – Fuja de vestidos volumosos, escolha modelos com blusas justas no corpo de saia ampla e cauda discreta. O arranjo da cabeça sobre penteado alto e véu longo é o mais indicado para ajudar a alongar sua silhueta.
  • Baixa e gordinha – O evasê do vestido redingote cai bem para seu tipo físico, enquanto modelos de cintura baixa e saia longa se abrindo em cauda discreta, ajudam a disfarçar quadris largos. Recortes e costuras não devem apertar sua silhueta, para evitar as rugas, deve apenas tocar levemente seu contorno disfarçando as gordurinhas.
    Agora é só escolher o modelo que mais combina com você, comprar, mandar fazer ou alugar, e aguardar pelo grande dia.

  • Comentários

    comentarios

    Deixe seu comentário

    Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde