Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Casamento, convites.

maio 30

Segredinho da vovó.

O convite é a primeira impressão que os convidados terão do casamento.

Por isso, deve estar de acordo com o estilo do casal e com o estilo da festa.

“Quando recebemos um convite mais formal, já pressupomos que o casamento será mais formal.

Já os mais diferentes ou divertidos informam que a festa será descontraída”, diz Alê Loureiro, consultora de cerimonial.

A tendência atual em convites são os que têm laço fechando tipo Chanel, com fita de gorgorão,

e os que apresentam texturas imitando tecidos. Motivos florais também estão em alta.

Outro “hit do momento”: encomendar convites diferenciados e especiais para os padrinhos, como forma de prestigiá-los.

Quando se pensa em estilo de convite, hoje em dia tudo parece permitido: excesso de enfeites ou cores, caricaturas, fotos, mensagens…

O ideal, porém, é que o convite consiga passar o recado, e, por isso quanto mais claro ele for, melhor.

Você não vai querer que as pessoas não consigam ler o que esta escrito por ter uma foto no fundo, ou que o enfeite chame mais atenção do que os dizeres.

Como em tudo no seu casamento, o exagero nunca é adequado.

Para os tradicionais, uma pergunta comum é: que tipo de convite nunca sai de moda?

“O clássico, em branco, ‘off white’ ou creme, quadrado, grande, com monograma dos noivos na aba”, responde a consultora de cerimonial.

Outras regras clássicas também não saem de moda.

Mesmo que os noivos estejam pagando a maior parte das despesas do casamento,

é de bom tom colocar os nomes dos pais no convite.

É uma homenagem delicada. Se o pai ou a mãe de um dos noivos já tiver morrido, recomenda-se colocar “i.m.” (in memoriam) depois de seu nome.

Para Alê Loureiro, não há nada pior do que colocar um convite à parte (cartãozinho)

anexado ao convite para a cerimônia na igreja convidando somente algumas pessoas para a festa.

“Se você não tem dinheiro para bancar uma festa para 300 convidados, faça uma festa para 100, mas convide todos para os dois momentos.

É muito desagradável uma pessoa saber na igreja que foi descartada da festa. Ou convida para os dois eventos, ou não convida para nenhum”, destaca a consultora.

Os convites devem ser enviados com a antecedência de 45 dias antes da data do casamento.

O convite deve ser entregue pessoalmente para os amigos e parentes mais próximos.

“Os amigos dos pais podem ser convidados pessoalmente por estes

. Hoje em dia, devido ao ritmo de vida dos noivos, fica muito difícil entregar o convite em mãos para todos e

há algumas alternativas como o serviço de entrega via motoboy.

O correio é uma opção somente para quem mora fora da cidade dos noivos, mas é sempre bom telefonar informando a remessa”, sugere Alê Loureiro.

O convite deve sempre seguir o estilo da festa.

“As noivas que optam por uma decoração mais ‘clean’ geralmente escolhem um convite ‘clean’,

todo branco, sem muitos adereços.

Aquelas que preferem uma decoração mais rústica encomendam modelos em papel reciclado, ráfia, folhas secas, etc.”, comenta Daniela C. Orozco, da Print’n’Paper, de São Paulo.

Na hora de encomendar os convites, procure por empresas já estabelecidas há algum tempo ou por aquelas indicadas por amigas que fizeram os convites e foram bem atendidas, tanto na qualidade como no prazo.

“Cuidado para não fazer confusão na hora de encomendar a quantidade de convites, ou seja, confundir o número de convidados

com o número de convites. Isso é muito comum”, avisa Daniela C. Orozco.

Um convite vai para uma família ou para um casal, então o número de convites a encomendar é bem menor que o número de convidados.

Fonte  www.estilo.uol.com.br

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde