Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde

Cerimônia conforme a religião.

out 30

O casamento ou protestante, chamado Bênção Matrimonial, apresenta algumas diferenças em relação ao casamento católico. A principal diferença é em relação ao compromisso conjugal – para as igrejas evangélicas o casamento não é um sacramento, não há rituais e os noivos não realizam um juramento, mas sim um COMPROMISSO. Também não há curso de noivos para casamentos evangélicos, mas sim uma conversa com o pastor (ou pastora) que celebrará o casamento. Durante a bênção, as palavras serão baseadas nessa conversa e na história vivida pelo casal.

No casamento protestante não há o culto aos santos nem à Maria, mãe de Jesus. Eles são lembrados como pessoas especiais e como exemplos a serem seguidos, mas nunca cultuados. Por isso, a Ave Maria não é permitida. Em geral usa-se o Pai Nosso em casamentos evangélicos.
As músicas escolhidas não precisam ser todas cristãs, mas obviamente deve-se ater ao momento e observar se essas músicas são adequadas. De qualquer forma, há maior liberdade em relação a cantos e hinos. Pode-se usar músicas evangélicas para momentos especiais.


Aqui, o cortejo de entrada é instituído pelos padrinhos da noiva e do noivo alternadamente, seguidos pelos pais do noivo e depois da noiva. Após a entrada, todos se posicionam no altar para que o pastor dê a sua benção ao casal, que, em frente ao altar, devem ajoelhar-se varias vezes durante a cerimônia.
Depois da benção das alianças, o final do ritual é marcado com a entrega do buquê ou missal da noiva para a madrinha.
A musica permeia todo o ritual do casamento da Igreja Batista. Normalmente está presente um coral ou grupo que dá tom à cerimônia. Um dos pontos altos do casamento nesta religião é a benção das alianças em que o pastor fala sobre a sua simbologia aplicada a nova vida do casal

Casamento Católico

Ao som de musica instrumental, o cortejo abre com a entrada do noivo acompanhado pela mãe, seguidos do pai do noivo com a mãe da noiva e os padrinhos de cada lado, alternadamente.
A noiva entra na igreja conduzida pelo pai, podendo ou não estar precedida pela daminha e o pajem. Já não se usa tanto, mas as damas-de-honra, as melhores amigas da noiva, também podem fazer parte do cortejo. Todos os convidados levantam-se para recebe-la.
Ao chegar no altar, o pai junta-se à esposa após entregar a filha ao noivo. Que está à espera junto com todos os padrinhos e as madrinhas. O casal se posiciona de frente ao sacerdote, ficando a noiva à esquerda do noivo. O sacerdote da inicio à cerimônia com um pequeno sermão alusivo ao casamento, seguido de outros rituais, entre os quais benze as alianças, fazendo com que os noivos prestem o juramento, abençoando logo após o casal e os convidados.
Com a cerimônia terminada, os noivos cumprimentam os padrinhos. Depois, se reúnem na frente do altar, o noivo da o braço direito à noiva e o casal abre o cortejo de saída, seguido pelas damas e pajens, os pais dos recém-casados, os padrinhos de ambos lados e os parentes que estiverem no altar.

CERIMÔNIA BUDISTA

Nos mesmos moldes da cerimônia católica, o ato religioso budista dura mais ou menos 25 minutos, sendo cada etapa marcada pelo soar de um gongo. Como homenagem aos ancestrais, o inicio da cerimônia é marcado por orações aos antepassados e pela queima de dois incensos.
As perguntas tradicionais são feitas até que o ritual seja finalizado com um brinde feito com saquê.


CERIMONIA JUDAICA

Nesta cerimônia, a noiva entra acompanhada por seus pais, seguida pela daminha e a madrinha. O noivo entra em seguida ladeado pelos pais e, finalmente, o padrinho.
Todos se posicionam sob o chuppah (dossel que simboliza o lar) indo ao encontro do rabino.
Os convidados, sendo ou não judeus, devem usar o quipá (espécie de gorro) no alto da cabeça.
A cerimônia tem inicio com a benção de duas taças de vinho no idioma hebraico e aramaico. Uma delas é entregue ao casal, primeiro ao noivo, para que tomem um gole. Depois o padrinho entrega as alianças ao rabino.
No momento em que o noivo responde à tradicional pergunta, ele coloca a aliança no indicador direito da noiva. Sete bênçãos do casamento são lidas enquanto os noivos bebem a segunda taça de vinho.
Com gesto simbólico, a taça é quebrada pelo pé do noivo, representando a destruição do templo de Jerusalém.
Finaliza a cerimônia, os noivos deixam a sinagoga, seguidos pelos pais da noiva, depois os do noivo, a madrinha, o padrinho e o rabino.


CERIMONIA ORTODOXA

Os noivos devem ficar em frente a uma mesa no templo, onde o oficial se posiciona, que contem a bíblia , um crucifixo, o cálice de vinho e grande quantidade de flores.
No decorrer do ritual, a Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) é evocado e o casal deve, a cada uma das três benção das alianças, dar voltas em torno desta mesa.
Ao final, os noivos são coroados com peças de ouro segurando castiçais de velas acesas que representam aluz do Senhor.
As cerimônias ortodoxas são realizadas sempre à tarde ou à noite.

CERIMONIA SEICHO – NO – IE

Esta cerimônia é baseada no shintoísmo, religião tradicional do Japão. Começa com a entrada dos padrinhos seguidos do noivo e por ultimo a noiva com o pai. O oficiante (sacerdote) inicia com canto de marcha nupcial seguido de um canto amatsu norito, que é a purificação. No altar, oferendas a Deus com arroz cru, saquê, sal, água e frutas. A seguir, vem o canto evocativo a Deus e consagração das oferendas e a palavra de participação com depoimentos de Tamagushi. Aqui, há troca de taças de ter tamanhos diferentes com saquê, levadas pelos auxiliares do oficiante aos noivos, que tomam celebrando a união dos casais. Para finalizar, o juramento e a troca de aliança pelos noivos e de taças pelos pais, simbolizando a união na família. A assinatura no livro de registros, o canto da grande harmonia e a saída dos noivos encerram a cerimônia.

CERIMONIA MUÇULMANA

Os noivos posicionam-se na frente do Sheik, do qual ouvem uma oração do Alcorão e suas palavras sobre o casamento. O muçulmano tem a opção de ter até quatro esposas, desde que haja equilíbrio entre os casamentos.

CERIMONIA MESSIÂNICA

Realizada pelo ministro responsável pela cerimônia e oficiantes auxiliares. O altar é preparado com oferendas de frutas e um pinheiro que simboliza a fartura e a união na moradia do casal. Primeiro, a entrada do noivo seguido de padrinhos e da noiva. A cerimônia é feita com orações em japonês e o pai-nosso, seguidos da benção das alianças, oração com johrei, oração silenciosa feita com a imposição das mãos, cujo significado é o batismo de fogo, a troca de alianças e a troca das taças recebidas do oficiante contendo vinho ou champanhe, simbolizando a união do espírito e corpo do casal. É feito o juramento no altar com oração e encerra-se com musica escolhida pelo casal, que saem juntos.

Comentários

comentarios

Deixe seu comentário

Home | 15 Anos | Ano Novo | Vovó Apresenta | Beleza | Dicas | Festas | Formaturas | Natal | Noivas | Receitas | Recém Casados | Reveillon | Vovó Responde